Meniu Închide

Atividade antimicrobiana (inibe o crescimento de vários organismos)

Atividade antimicrobiana (inibe o crescimento de vários organismos)

Melhorando o gerenciamento do diabetes

Níveis diminuídos de NAD+ foram identificados em animais obesos, humanos e naqueles com diabetes mellitus. Vários estudos, incluindo um modelo de rato de Uddin et al., sugerem que a suplementação com NMN não só aumenta os níveis de NAD+, mas também pode melhorar a depuração da glicose associada a dietas ricas em gordura, levando à obesidade, envelhecimento e diabetes. O NMN pode ajudar na regulação do diabetes e no controle da obesidade no futuro.

Melhorar o sono

O NMN pode se juntar à melatonina e outros suplementos para melhorar o sono e a qualidade do sono, minimizando a insônia e outros distúrbios do sono.

Em vários estudos em animais, incluindo o de Shen et al., o fornecimento de NMN adicional levou a uma melhor função e regulação do sistema imunológico. Além disso, foi demonstrado que melhora a função do sistema GABAérgico no corpo – um elemento-chave nos transtornos de humor, doenças neurológicas, regulação do sono e outros componentes da saúde. Através de modificações neste sistema, no sistema imunológico e em diferentes vias, os resultados sugerem o uso potencial da suplementação de NMN para tratar alguns distúrbios do sono.

Quais são os efeitos colaterais dos suplementos NMN?

Os efeitos adversos podem ocorrer com qualquer coisa que tomamos por via oral ou injetável.

Os estudos NMN até o momento sugerem efeitos principalmente benéficos com efeitos colaterais mínimos. No entanto, embora geralmente bem tolerada, a nicotinamida pode ter efeitos nocivos nos rins, no fígado e nas células beta do pâncreas (que produz a insulina) e pode causar distúrbios gastrointestinais e dores de cabeça. Estes efeitos parecem ser dependentes da dose, com doses mais elevadas causando efeitos negativos e doses mais baixas tendo efeitos mais protetores.

Quanto NMN devo tomar?

Dado que os estudos sugerem benefícios, mas ainda estão apenas nas fases iniciais de investigação, as recomendações para intervalos de doses específicos ou horas do dia para tomar um suplemento, como o NMN, devem ser discutidas com um profissional de saúde. A dosagem de NMN dependerá da idade, peso, resultado e objetivo desejado. As doses para obter benefícios anti-envelhecimento da pele versus benefícios reprodutivos, por exemplo, podem variar.

Além disso, quaisquer medicamentos que você tome atualmente podem afetar a absorção e, portanto, os requisitos de tempo de administração. É necessária uma consideração cuidadosa com seu médico para garantir que este suplemento seja seguro para você e que você o esteja obtendo de uma fonte confiável, como Wonderfeel, que oferece suplementos NMN em sua forma lipossomal.

As doses utilizadas em ensaios clínicos até o momento variam e os produtos utilizados variam de suplementos orais a formas injetáveis. Eles não são comparáveis ​​como uma maçã pode ser com outra.

Tomando NMN com resveratrol

A combinação de NMN com resveratrol proporciona resultados de longevidade ainda melhores? Há algum benefício em suplementar com ambos os compostos em vez de apenas um?

Uma revisão de 2018 por Salehi et al. discute que o resveratrol traz benefícios e riscos à saúde.

O resveratrol, um polifenol natural comumente encontrado em uvas e outros alimentos, pode ter vários benefícios protetores importantes para a saúde. Essas propriedades podem incluir:

  • Benefícios antiinflamatórios
  • Antioxidante (protege as células contra danos causados ​​por subprodutos normais do metabolismo)
  • Atividade antimicrobiana (inibe o crescimento de vários organismos)
  • Efeitos antitumorais
  • Efeitos protetores do coração
  • Ajuda no relaxamento dos vasos sanguíneos
  • Efeitos neuroprotetores

Estudos demonstraram que o resveratrol nem sempre está prontamente disponível para o corpo uma vez ingerido. Além disso, foram observados efeitos adversos, que parecem dependentes da dose. Um possível impacto negativo relaciona-se com a actividade semelhante ao estrogénio do composto. Dependendo da dose e da idade da pessoa ao tomar resveratrol, podemos ver benefícios ou efeitos nocivos.

Assim, embora possam ser observados resultados positivos, deve-se prestar muita atenção à dose e ao envelhecimento do paciente. Não é apenas “Aqui, tome um suplemento” e você está pronto para ir. Os efeitos colaterais menores observados foram variáveis ​​e geralmente relatados com doses mais altas ou uso prolongado. Eles incluem distúrbios gastrointestinais (náuseas, diarréia, vômito) e anormalidades hepáticas. É importante notar que os estudos da revisão foram todos realizados em populações saudáveis, e não em pessoas com problemas de saúde subjacentes.

O resveratrol pode ter diversas interações medicamentosas. Além disso, o suplemento pode inibir várias atividades enzimáticas, levando a um risco aumentado de efeitos colaterais, falhas de medicamentos ou toxicidades.

Outra preocupação é que o resveratrol pode diminuir a capacidade de combinação das plaquetas. Quando as plaquetas (usadas para coagular o sangue) não funcionam adequadamente, corre-se o risco de aumentar o sangramento e os hematomas. Este risco aumenta quando combinado com medicamentos que afetam vias semelhantes, incluindo medicamentos anticoagulantes (acidente vascular cerebral, fibrilação atrial), medicamentos antiplaquetários ou AINEs (antiinflamatórios não esteróides como aspirina ou ibuprofeno). São necessários estudos adicionais de segurança e eficácia sobre o uso do resveratrol como suplemento para melhorar a saúde.

Que tal combinar resveratrol e NMN? A combinação com NMN pode trazer benefícios, mas ainda não é recomendada. Um único estudo de Bai et al., realizado em ratos, sugere que o NMN combinado com o resveratrol poderia aumentar os níveis de NAD+ no coração e nos músculos. No entanto, tenha em mente que:

  • Este é um estudo animal.
  • O desenho do estudo tem várias limitações.
  • É muito cedo para dizer se isso se traduz em resultados semelhantes nas pessoas.
  • Como os suplementos não são regulamentados pela FDA (Federal Drug Administration), a segurança e a composição real do produto de qualquer suplemento que você comprar podem ser questionáveis.

Considere esperar até que mais pesquisas e produtos aprovados pela FDA sejam desenvolvidos ou, pelo menos, entre em contato com um profissional de saúde para discutir riscos versus benefícios.

A suplementação com alimento, pó ou comprimido/cápsula oral de NMN pode ser frutífera à medida que pesquisas adicionais são conduzidas e analisadas. Os potenciais benefícios anti-envelhecimento do NMN parecem, superficialmente, melhorar o envelhecimento saudável, com efeitos mentais melhorados, efeitos secundários mínimos e até efeitos protectores para vários processos corporais, órgãos e alterações relacionadas com a idade.

No entanto, embora os estudos de investigação demonstrem efeitos promissores e benéficos, ainda faltam estudos clínicos de segurança e eficácia em grandes ensaios clínicos. Nadeeshani et al. e muitos outros investigadores concordam que são necessários mais estudos em medicina humana para traduzir a investigação realizada até à data, principalmente em animais, em aplicações humanas. Ainda assim, a investigação é promissora; este pode ser o elixir da vida que todos esperamos encontrar.

Sempre consulte um médico ou profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplemento. Nem todos os suplementos são compatíveis com medicamentos prescritos, as formulações variam e os suplementos não são bem regulamentados até o momento pelo governo federal. Nem todos os suplementos são criados iguais. Certifique-se de que os produtos selecionados sejam seguros, testados por terceiros e recomendados pelo seu médico antes de adicioná-los à sua rotina diária.

Esteja ciente de que a partir do outono de 2022 o NMN está sob investigação como um potencial novo medicamento pelo FDA. Isso coloca em questão a legalidade do produto como suplemento dietético. É uma situação complicada que ainda não foi resolvida. No entanto, é importante notar que, uma vez que não somos fabricantes ou retalhistas, não assumimos qualquer responsabilidade pela disponibilidade do produto como suplemento dietético após ter perdido o seu estatuto de ingrediente dietético.

O CBD está disponível em todos os lugares e é frequentemente anunciado como um medicamento milagroso que pode tratar inúmeras doenças. A dor crónica é uma condição comum que o CBD é recomendado para tratar, mas será que o CBD é eficaz no tratamento da dor? Este artigo discute tudo o que você precisa saber sobre o uso do óleo CBD para a dor.

Principais conclusões:

  • O canabidiol (CBD) é um fitocanabinóide derivado da planta cannabis, mas não possui as propriedades alteradoras da mente do THC.
  • Os cremes tópicos de CBD são eficazes no tratamento de dores nas costas e osteoartrite do joelho.
  • É muito cedo para recomendar o uso de CBD em crianças para o tratamento da dor.
  • O CBD não é um medicamento benigno e tem muitas interações medicamentosas e deve ser discutido com seu médico antes de começar.

O que é CDB?

O canabidiol (CBD) é um fitocanabinóide comumente extraído da planta cannabis; no entanto, também está disponível como ingrediente sintético (fabricado em laboratório) em muitos produtos. É extraído na forma de óleo e adicionado aos diversos produtos disponíveis, como gomas, cremes, vapes, entre outros.

O processo de extração de CBD difere significativamente e resulta na produção de três espectros de óleo CBD, que vão desde um espectro completo, que contém THC e outros canabinóides, até um isolado que é óleo CBD puro. Devido às diferenças nas preparações, muitas vezes é difícil determinar os efeitos reais do CBD, uma vez que existem alguns relatos de um “efeito entourage”. Isto refere-se ao aumento da eficácia do óleo CBD quando contém tetrahidrocanabinol (THC), terpenos, flavonóides e outros canabinóides.

O CBD tem propriedades analgésicas e antiinflamatórias, o que despertou o interesse no uso do CBD para tratar condições dolorosas. Uma razão para a popularidade do CBD é que ele não tem os efeitos de alteração da mente associados ao THC.

Para que é utilizado o CBD?

O único medicamento CBD aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA é o Epidiolex. É usado para tratar distúrbios convulsivos raros. No entanto, outras preparações de CBD sem receita médica foram estudadas para outras condições de saúde, incluindo ansiedade, dor crónica e distúrbios do sono. Os usos do CBD continuam a crescer à medida que os cientistas aprendem mais sobre o composto e os seus possíveis benefícios.

Potenciais efeitos colaterais do CBD

Os produtos CBD são geralmente bem tolerados, mas estão associados a efeitos colaterais. Os efeitos colaterais mais comuns experimentados pelos usuários incluem boca seca, sonolência, fadiga, diminuição do apetite e tontura.

O óleo CBD é bom para a dor?

O uso de CBD para a dor teve resultados mistos quando avaliado em estudos de investigação. Nabiximols (Sativex), um spray oral que contém uma proporção de 1:1 de THC e CBD, demonstrou eficácia no tratamento da dor e dos sintomas associados à esclerose múltipla. Para mais informações – normadex official .

Contents